1

A Celulite incomoda você?

A Lipodistrofia Ginoide, popularmente conhecida como celulite, é uma alteração da pele e tecido gorduroso que incomoda quase 100% das mulheres. Por isso, separamos alguns itens chaves que ajudam a melhorar os furinhos com aparência de casca de laranja que tanto mexem com a nossa autoestima.

Como a celulite surge?

Em resumo, o que acontece é que as células de gordura são empurradas para cima contra a nossa pele pelo tecido fibroso, que liga a pele ao músculo, o que deixa a superfície com o efeito esburacado.

Você pode ter celulite por diversas razões, entre elas:

Fator hereditário

Em sua família, se existem pessoas com celulite, você possui maior pré-disposição para também ter os furinhos. Isso porque, na verdade, há um componente hereditário significativo no acúmulo de gordura.

Falta de exercícios

Não praticar uma atividade física regularmente faz com que o seu corpo acumule gordura localizada e que ela fique mais visível, por isso os exercícios aeróbicos são importantes, ajudam na queima de gordura e na drenagem das vias linfáticas.

Ao contrário do que se imagina, a musculação e exercícios de força são os preferidos para melhorar seu aspecto pois aumentam tônus muscular e dão sustentação a pele.

Alterações hormonais

Os hormônios podem ser um dos principais fatores que influenciam no aparecimento da celulite.

O hormônio feminino Estradiol é responsável pelo acúmulo de gorduras nos quadris, bumbum e coxas. Já a Testosterona, mais abundante nos homens, evita este acúmulo. Por isso mulheres apresentam biotipo diferente do sexo masculino, com mais curvas.

O envelhecimento e os maus hábitos, como toxinas ambientais, má alimentação e sedentarismo, alteram a ação hormonal predispondo a acúmulo de gordura e flacidez.

Uso do Anticoncepcional

As pílulas contêm hormônios estrogênio e progestágenos. Estes, ao inibirem a ovulação, estão inibindo também o eixo hormonal, reduzindo os hormônios anabólicos Dhea, Testosterona e Progesterona (endógena), provocando alterações metabólicas como a perda de “massa magra” por exemplo. Além disso, os progestágenos (diferentes das Progesteronas) promovem inflamação dos vasos e a retenção de líquidos, o que pode agravar o quadro da celulite.

Alimentação inflamatória

Uma alimentação muito desequilibrada, rica em sódio, açúcares, carboidratos refinados e gordura hidrogenada, aumentam a “massa gorda”. Isso porque o sal retém líquido e os doces contêm carboidratos que aumentam os níveis de glicose abruptamente, gerando um processo de inflamação e acúmulo de gordura pelas células do tecido adiposo. As bebidas alcoólicas, cafés e refrigerantes mesmo “zero açúcar ” também atrapalham e aumentam as toxinas.

Alimentos que ajudam a combater a celulite

A primeira dica é a ingestão abundante de líquidos, principalmente água, isso ajuda na circulação de nutrientes pelo corpo e ajuda na eliminação de substâncias tóxicas pela urina. Os chás também são bem-vindos, o de cavalinha, por exemplo, têm ação anti-inflamatória, reduz a retenção de líquidos e é fonte de Silício, que participa da formação do colágeno e dá firmeza a pele. Outros chás muito utilizados também por terem propriedades anti-inflamatórias e auxiliarem na circulação e metabolismo são os chás de alecrim e capim-limão.

O ideal é uma alimentação saudável, incluindo proteínas e gorduras de boa qualidade, como ovos, carnes magras, abacate e oleaginosas (castanhas, amêndoas, nozes), além de frutas e verduras, que são ricos em fibras, vitaminas e minerais, com papel antioxidante.

O sal rosa também é um aliado, pois não promove retenção de líquidos, diferente do sal comum que só possui sódio, é considerado o mais puro do planeta, sua cor é o reflexo da alta concentração de minerais da sua composição.

Não se esqueça, como qualquer outro tratamento, o fator é o equilíbrio de todos os itens que ajudam ou atrapalham o quadro.

Para mais informações e também para saber como o seu corpo lida com a celulite, entre em contato conosco e agende uma consulta.